PÁGINA PRINCIPAL  |  LÍNGUA/PAÍS  |  LOGIN  |  ÁREA DO PRODUTOR


Busca  

Notícias

E aí, você já se planejou para sua estação de monta?
A pecuária brasileira esta vivendo um momento único. O país esta superando um...
Semex reúne grupo de pecuaristas para Beef Tour no Canadá
Destaque mundial em qualidade de carne, o Canadá vem sendo escolhido como destino de muitos...
Semex marca presença em lançamento do Sumário de Matrizes Avaliadas Genômicamente da Raça Gir Leiteiro
Após 10 anos do lançamento oficial das avaliações genômicas na r...
Semex domina genética no Paraná
Durante a edição 2018 da Agroleite, em Castro/PR - quando filhas de touros Semex dom...
Grupo Semex e CAMDA fortalecem parceria no fornecimento de genética de corte
Na última segunda-feira (14) as equipes gerencial-técnica do Grupo Semex e dos m&eac...
ExpoGenética 2018 terá lançamento de novos touros de Raças Zebuínas
Os avanços genéticos das raças zebuínas serão debatidos entre os...

Veja Todas As Notícias
Por que a Avaliação Angus Single-Step é uma mudança de jogo da indústria
Artigo publicado em Julho 28, 2017, 08:24:55

Bookmark and Share    Subscribe

Artigo: Troy Marshall – Revista Beef Magazine
Tradução: Antonio Carlos Sciamarelli Junior

 

A Associação Americana de Angus, em 7 de julho de 2017, revelou sua nova metodologia de avaliação genética, que ironicamente tem um nome bem simples – Single-Step. A metodologia não é nova, outras raças de carne e indústrias já adotaram, mas no entanto mostram grandes mudanças para a indústria de carne. Os produtores de carne estão passando por reajustes no momento e terão que fazer mudanças nas tomadas de decisão para o presente e o futuro.

A boa notícia é que a avaliação genética Angus deve ser mais precisa, mais robusta e geralmente melhor. A má notícia é que houve algumas mudanças bastante importantes, o que significa que algumas DEPs sofreram um grande impulso enquanto outras sofreram declínio.

Não é simplesmente a nova metodologia, mas também o fato que o número de informações genômicas quase triplicou (de 100.000 para 300.000). Os geneticistas vão ter que mostrar mais dados, melhor resultado, mas é difícil absorver tudo num tempo pequeno.

Os produtores poderão fazer mais melhorias e mudanças genéticas mais precisas do que em qualquer outro momento da história, mas terão que treinar um pouco. Características como marmoreio e leite tenderam a migrar de volta para a média. Algumas outras características tornaram-se importantes e outras talvez tenham adquirido um significado totalmente novo do ponto de vista de seleção.

Por exemplo, característica como $B (Valor Carne) tornou-se um elemento básico nos cálculos de seleção e determinação de valor, mas a melhoria na avaliação de $B fez com que fosse totalmente projetado para ser uma característica de animais para abate (focando qualidade de carcaça e premiação).

Claro que o Angus não é visto pela maioria como sendo uma raça estritamente terminal. A revolução acabou de começar. Veremos índices mais abrangentes orientados para analisar toda a fase de produção e obteremos ferramentas que alavanquem o conhecimento que não estamos usando atualmente.

Agora afinal, parece que quanto mais as coisas mudam, mais elas ficam iguais. O gado que era bom em 6 de julho, ainda é bom hoje. Mas um dos grandes mistérios da vida que as tecnologias melhoradas e uma ciência mais precisa nunca conduziram necessariamente a uma vida menos complicada, nem reduziu a necessidade de bom senso. Talvez podemos argumentar que as características se tornaram mais valiosas.

Alguns estão argumentando que foram muitas mudanças rapidamente, que deveria ter havido um período de fase, recalibração, novas herdabilidades e metodologias sendo implantadas ao longo do tempo para amortecer o golpe. Mas eu sempre estive no campo dos que acreditam que a melhor maneira de remover um band-aid é de uma só vez. O choque ainda está lá, mas acabou rapidamente.

É certo que sou como alguns criadores. O novo sistema criou alguns novos vencedores e alguns novos perdedores, mas ao contrário de tantas vezes no passado, quando precisamos recalibrar ou ajustar a nossa maneira de ver o que estávamos fazendo, isto é algo que nos permite avançar mais rapidamente em direção a nosso objetivos e mais eficientemente.

Do ponto de vista comercial, o Single-Step deve ser visto como um desenvolvimento positivo. Só exigirá algumas mudanças nos componentes que conduzem os índices a ajustando-os a algumas linhas de base.

Podemos progredir em mais de 20 características simultaneamente, o que é milagroso, mas saber combinar estas características para um determinado ambiente não é diferente do que era a 20 anos (encontre essa máxima combinação que leva ao máximo de lucros evitando riscos e os extremos). Ao mesmo tempo que são flexíveis e consistentes de um ambiente de mercado em constante mudança e sempre em evolução. Porque o único passo a passo que realmente interessa é o que nos leva ao LUCRO.

Mais informações:

 

Antonio Carlos Sciamarelli Junior
Gerente de Produto de Corte
antonio.carlos@semex.com.br
(47) 9.9624-2211

 

 

 


Imprimir Artigo | Enviar Artigo por Email

Registre-se na nossa Mailing List para receber notícias da Semex Brazil por email