O QUE OS NOSSOS CLIENTES DIZEM RELATIVAMENTE AO IMMUNITY+®

Immunity+ P & R com Dr. Steven Larmer, Coordenador Global de Soluções Dairy

P: Porque é que escolher Immunity+ é importante?

A frequência de doenças na população global de vacas leiteiras tem vindo a aumentar, todos os anos, desde 1996. A seleção de caracteres com baixa hereditariedade que não medem a habilidade do animal de resistir a doenças diretamente, não tem produzido provas suficientes para mudar a saúde dessa mesma população.

P: COMO É QUE O IMMUNITY+ AJUDA A RESOLVER ESTE PROBLEMA?

Os touros identificados como Immunity+ são portadores de genética provada pela sua transmissibilidade de sistemas imunitários robustos, capazes de lidar com uma grande variedade de desafios imunológicos, tanto de natureza viral como bacteriana, englobando quase todos os problemas de saúde que estão associados a um impacto económico numa exploração.

P: Porquê Immunity+ em vez de selecionar directamente contra doenças individuais?

O Sistema imunitário é altamente complexo, e selecionar para uma doença como mamite, pode levar a animais mais suscetíveis a contrair outro tipo de doenças como doença de Johnes ou pneumonia viral.

P: O que é a hereditariedade e porque é que isso interessa?

Hereditariedade é a proporção de variação total num caracter que pode ser explicado através de genética. Isto significa que caracteres com baixa hereditariedade são mais difíceis de fazer progresso genético em relação ao total de variação numa população. Caracteres de alta hereditariedade são, geralmente, de mensuração mais fácil e direta e a genética tem um impacto maior na diferença observada entre animais.

P: Há alguns benefícios para alem de menos doenças?

Animais descendentes de touros Immunity+ também respondem melhor a vacinas comerciais e produzem um colostro de melhor qualidade do que animais descendentes de qualquer outro touro.

P: Quanta redução em doenças posso esperar ao seleccionar um touro Immunity+?

Pode variar por caracter, mas ao selecionar touros Immunity+, deverá levar a uma redução de cerca de 5-10% de doenças em apenas uma geração. Ao continuar com essa mesma seleção durante várias gerações, a frequência de doenças irá continuar a descer ainda mais.

P: O que tenho de abdicar para fazer uma seleção Immunity+?

Nada! Os touros Immunity+, em média, têm maior valor genético em todos os outros caracteres principais quando comparados ao resto dos touros. Não importa aquilo que está acostumado a escolher, há sempre um touro Immunity+ que preenche os seus requisitos.

P: Se o Immunity+ é melhor em touros com maior mérito genético, não posso só escolher touros com um alto mérito e assumir que também estou a ter Immunity+?

Não, há sempre excepções, e a única maneira de ter a certeza que está a garantir filhas com alta resposta imunitária é através da selecção de touros Immunity+. Apesar dos touros Immunity+ serem de alto mérito genético, nem todos os touros de alto mérito genético para outros caracteres têm genes que fornecem uma robusta e eficaz resposta a doenças, que vem com os touros Immunity+.

P: Estes dados já foram validados num ambiente comercial real?

Sim, retiramos dados de mais de 35 grandes rebanhos comerciais, e analisamos os dados em mais de 30,000 vacas e 75,000 novilhas. Os resultados têm sido astronómicos. Reduções em todas as grandes doenças têm sido observadas e variam entre os 5 até aos 20% de redução em animais descendentes de touros Immunity+ comparados com todos os outros. Mamites, laminites e mortalidade especialmente, viram uma grande diminuição na sua frequência.

P: E relativamente ao colostro?

Vacas descendentes de touros Immunity+ têm, em média, colostro de melhor qualidade. Uma correlação entre o seu estado de resposta imunológica do seu pai e da qualidade do colostro de +0.55 foi observada. Ainda mais importante é que, nenhum touro de alta resposta imunitária teve filhas que tivessem, em média, uma qualidade de colostro abaixo de 22% do índice recomendado para uso, comparando com 27% do rebanho proveniente de outros touros cujas filhas, em média, o seu colostro era muito fraco para alimentar os vitelos.

Videos